Canal Ricardo Vale
Entrar  \/ 
x
ou
 Usar o Facebook  Usar o Google
Cadastrar  \/ 
x

ou
 Usar o Facebook  Usar o Google

Últimas Interações

A boa lei é aquela que é coletiva, produz efeitos de harmonia e boa convivência entre os beneficiado...
Parabéns deputado Ricardo Vale, pela coragem. Acredito que esta ação, devolve ao estudante da UnB, a...
Prezado Ricardo,
Li sua proposta sobre tarifa zero no transporte público urbano e se me permite, go...
Também gostaria de saber qual é o impacto geral dessa lei. <+>
Gostaria de saber qual é o impacto geral com a mudança dessa lei. O que o senhor deputado está suger...

Esporte amador em debate na CLDF

“A participação de quase 50 entidades que representam o esporte amador do DF dá a dimensão da importância do Projeto de Lei Boleiros.”

Quarta, 29 Abril 2015 21:34

Assim o deputado Ricardo Vale (PT) definiu o resultado da Audiência Pública realizada na noite de terça-feira (5) no Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

O PL que tramita no Legislativo, conhecido como “Boleiros”, prevê recursos do Estado para as despesas com arbitragem nos campeonatos amadores de várias modalidades esportivas. A proposta está baseada no Programa Boleiros, criado pelo GDF em 2011. A intenção do projeto, de iniciativa dos deputados Ricardo Vale, Wasny de Roure e Júlio César, é garantir que o programa deixe de ser uma política de Governo para ser uma política de Estado.

A Audiência Pública permitiu ouvir sugestões para melhorar a proposta e contou com a presença de representantes de Federações, Associações e Ligas esportivas, além da secretária-adjunta de Esportes do DF, Ricarda Lima, e dos parlamentares que assinam o PL.

Nos debates, destacaram-se o presidente da Federação de Futebol 7, Calípio Palmeira; da Associação Brasiliense de Para Desporto, Ulisses de Araújo; da Federação das Ligas de Futebol Amador, Adewagner Bezerra; da Federação Brasiliense de Futsal, Arati Tadeu; da Confederação Brasileira de Futsal; Weber Magalhães; da Federação de Basquete em Cadeira de Rodas, Flávio Santos; da Associação das Federações Desportivas do DF, José Antônio Soares Silva; e da Federação Metropolitana de Futevolei, Odilon Miranda.

Uma das sugestões de emenda ao Projeto de Lei é de que sejam incluídas outras despesas, como troféus e premiações, às obrigações do Estado com o esporte amador. “Eu tenho certeza de que os recursos gastos com esporte não são despesas. São investimentos em lazer e desenvolvimento do potencial de nossos atletas”, afirmou Ricardo Vale ao final da Audiência Pública.

Entre para postar comentários