Canal Ricardo Vale
Entrar  \/ 
x
ou
 Usar o Facebook  Usar o Google
Cadastrar  \/ 
x

ou
 Usar o Facebook  Usar o Google

Últimas Interações

A boa lei é aquela que é coletiva, produz efeitos de harmonia e boa convivência entre os beneficiado...
Parabéns deputado Ricardo Vale, pela coragem. Acredito que esta ação, devolve ao estudante da UnB, a...
Prezado Ricardo,
Li sua proposta sobre tarifa zero no transporte público urbano e se me permite, go...
Também gostaria de saber qual é o impacto geral dessa lei. <+>
Gostaria de saber qual é o impacto geral com a mudança dessa lei. O que o senhor deputado está suger...

AGORA É LEI - Ponte Honestino Guimarães

A ponte passa a ser reconhecida como símbolo de liberdade e luta em defesa da democracia.

Segunda, 31 Agosto 2015 12:01

Brasília ganha, a partir de hoje (27 de agosto), um novo marco da resistência contra o golpe militar de 1964 e a luta pela redemocratização do Brasil. O governador sancionou o projeto de lei, de autoria do deputado Ricardo Vale (PT), que substitui o nome da ponte Costa e Silva para Ponte Honestino Guimarães.

A ponte deixa de homenagear um dos ícones da ditadura para reverenciar o líder estudantil da UnB, Honestino Guimarães, torturado e morto nos porões da repressão militar. “A sanção desta lei tem, para mim, dois significados especiais: o primeiro, homenagear um dos tantos brasileiros que lutaram e morreram defendendo nossa democracia; o outro, por ser o meu primeiro projeto de lei apresentado na Câmara Legislativa do Distrito Federal a transformar-se em lei”, afirma Ricardo Vale.

Para o autor da proposta, que exerce seu primeiro mandato político, ver transformado em lei justamente o PL que muda o nome de um monumento da cidade, “é motivo de bastante orgulho”.


Ricardo Vale diz que o nome anterior não deve ser varrido da História, na medida em que as novas gerações precisam conhecer tudo que o país viveu até alcançar a democracia plena que hoje todos usufruem. “Mas o nome daqueles que patrocinaram as maiores violações aos direitos individuais e coletivos dos brasileiros não pode servir para dar nomenclatura a monumentos, logradouros ou obras de arte”.

A resolução nº 28 da Comissão Nacional da Verdade, que trata da preservação da memória, em relatório apresentado à presidente Dilma Rousseff, em 2014, sugere que o nome de todos os monumentos que fazem homenagem a ditadores seja alterado.


A nova Lei foi publicada no Diário Oficial de hoje, página 02, Seção 01.
LEI Nº 5.523, DE 26 DE AGOSTO DE 2015.
(Autoria do Projeto: Deputado Ricardo Vale)
Dá nova denominação à ponte sobre o Lago Paranoá que liga a QI 10 do Lago Sul à via L4 Sul. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, FAÇO SABER QUE A CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:
Art. 1º A ponte que liga a Estrada Parque Dom Bosco na altura da QI 10 da Região Administrativa do Lago Sul à via L4 Sul na altura do Trecho 1 do Setor de Clubes Esportivos Sul passa a denominar-se Ponte Honestino Guimarães.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário.
Brasília, 26 de agosto de 2015

RODRIGO ROLLEMBERG

SOBRE HONESTINO GUIMARÃES

Honestino Guimarães foi um jovem estudante da Universidade de Brasília, preso e torturado pela Ditadura Militar. Quando mudou para Brasília, em 1960, era um adolescente fanático por leitura. Honestino terminou o curso ginasial e começou o científico no Centro de Ensino Médio (Elefante Branco). Em 1964 transferiu-se para o Centro Integrado de Ensino Médio (Ciem). Participou do movimento estudantil secundarista e, em 1965, foi o primeiro colocado no vestibular geral da UnB, aos 18 anos.

Por sua atuação no movimento estudantil universitário, Honestino passou a ser perseguido pelos órgãos de repressão política. Em 1969, foi eleito vice-presidente da UNE - União Nacional dos Estudantes (UNE) e em 1971 foi eleito presidente da instituição. Após muitas prisões e fugas, seu desaparecimento foi conhecido pelas declarações de sua mãe e de companheiros, em 10 de outubro de 1973, e seu corpo encontra-se desaparecido desde 1974.

Entre para postar comentários